Apresentador da CNN mostra raio-x dos pulmões para provar gravidade do coronavírus

Chris Cuomo, âncora da CNN, e o raio-x que mostra a mancha nos pulmões. Imagem: Reprodução
Chris Cuomo, âncora da CNN, e o raio-x que mostra a mancha nos pulmões. Imagem: Reprodução

O âncora da CNN Chris Cuomo - que também é irmão do governador de Nova York, Andrew Cuomo - mostrou ontem (07) um raio-x dos seus pulmões para provar a gravidade da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. 

Ele foi diagnosticado com o vírus há alguns dias. Ele, que tem 49 anos de idade, está se recuperando bem e deu detalhes sobre como está enfrentando a doença em entrevista para a emissora em que trabalha. "Quando a febre vem, você quer só se encolher por 7 ou 8 horas, mas tem que levantar, andar, trocar de roupa, tomar remédios, se hidratar. Quanto mais lutar contra isso, melhor", disse ele.

"Se você tem coronavírus, o pior medo é com relação aos seus pulmões. Porque esta doença quer seus pulmões. Isso quer os seus pulmões!", exclamou. "No final de semana minha febre diminuiu e a dor começou a ir pro meu peito, então fiz um raio-X dos meus pulmões", relatou o jornalista. Ele continuou: "Os médicos esperam ver infiltrações (nos pulmões), porque eu tenho o vírus. Não tenho pneumonia, mas é assustador ver seus pulmões e ver essa mancha aí. O que é isso?! E eles dizem: 'sim, é o vírus. Está aí dentro de você'", frisou.

Chris Cuomo trabalha na CNN há alguns anos e é o âncora do programa Cuomo Prime Time, além de ser comentarista de outras atrações da tradicional emissora de notícias norte-americana.