Coronavírus: 'Big Brother Itália' autoriza que participantes conversem com seus familiares

O apresentador Alfonso Signorini conversando com os confinados. Reprodução
O apresentador Alfonso Signorini conversando com os confinados. Reprodução

A Itália está passando por um momento tenso devido ao coronavírus, com milhares de vítimas e mortes decorrentes da pandemia. Por essas e outras, a direção da edição italiana do Big Brother - por lá a atração se chama 'Grande Fratello' -, que estreou quando o vírus ainda estava restrito à China e os italianos não faziam ideia do que estava por vir, decidiu aliviar a angústia dos confinados e de seus familiares. Permitiu que os participantes falassem ao vivo com suas famílias, conversassem sobre a situação e confirmassem que está tudo bem com eles. Há uma brasileira, inclusive, participando do programa. Seu nome é Fernanda Lessa e o que se viu foram momentos de pura emoção!

O apresentador Alfonso Signorini explicou o motivo da liberação: "A situação que estamos vivendo na Itália e em outros países é única, incrível e nunca aconteceu antes. À partir de agora contaremos tudo e daremos a vocês a oportunidade de conversar com seus entes queridos, um por um. Mostraremos a vocês o que os italianos estão fazendo e todos os dias forneceremos novas informações".

No "Big Brother Brasil 20" a direção também optou por comunicar os integrantes do reality da situação que o país e o mundo está vivendo no momento. O apresentador Tiago Leifert explicou a situação acompanhado de um médico, que respondeu às perguntas dos confinados, e garantiu que os familiares do 'brothers' estão bem. Tempos realmente complicados!

Ver essa foto no Instagram

Queste sono le emozioni più belle della vita... l'amore dei propri cari ♥️ #GFVIP

Uma publicação compartilhada por Grande Fratello (@grandefratellotv) em