Deputado Estadual que morreu decorrente a Covid-19, foi tratado com cloroquina

Gil Vianna. Reprodução/Internet
Gil Vianna. Reprodução/Internet

O deputado estadual bolsonarista Gil Vianna, que morreu ontem à noite (19) em decorrência de complicações da Covid-19, foi tratado com cloroquina, afirma o colunista Lauro Jardim do O Globo.

Ele estava internado há 10 dias no Hospital da Unimed (RJ). Seu quadro era estável. No final da tarde desta terça-feira, (19), a oxigenação baixou e ele teve que ser submetido à entubação - o vírus afetou os dois pulmões do parlamentar, comprometendo 80% de um pulmão e 50% do outro. . Às 22h35, Gil teve uma parada cardíaca e não resistiu.

Segundo o colunista, a administração da droga - associada a outras- é protocolo do hospital em que Vianna estava internado, em Campos dos Goytacazes (RJ), para pacientes graves de coronavírus.

O hospital usa a cloroquina como parte do protocolo em várias unidades do país. A família do deputado não quis divulgar o tratamento seguido por ele.