DJs mulheres conquistam o mercado de eventos

29/09/2020
Layne Salles. Reprodução/Instagram
Layne Salles. Reprodução/Instagram

Coletivos femininos de DJs ganham visibilidade em um país considerado machista

As mulheres conquistam cada vez mais espaço no universo da mixagem musical. Em tempo de pandemia e voltando aos poucos os eventos mais badalados, as DJs comandam bares, restaurantes, casamentos e vêm chamando a atenção para o talento feminino. Coletivos se organizam e tem feito bonito.

A DJ Layne Salles é uma dessas vitoriosas e tem sido destaque nas picapes dos eventos de São Paulo. Paulistana, 29 anos, ela conta como começou: "Comecei aos 20 anos tocando por influência de amigos. O espaço feminino tem crescido muito, hoje temos mais oportunidades dentro do mercado", ressalta.

Layne ainda frisa que para se destacar nesse mercado é preciso ser boa e não somente mulher para 'competir' com os homens: "Você por ser mulher, você tem que provar duas vezes que você é boa. Você não está lá só porque você é mulher. Você está lá porque você é boa e competente! Então tem que ser a junção das duas coisas, diferente do mercado masculino, ele vai lá e toca, ele não precisa provar que é bom por ser homem", finaliza. 

Nomes como Cashu, Mari RossiCarol Mattos e Eli Iwasa, também se destacam nesse universo de DJs.