"Eu fiz uma cirurgia plástica na minha vida", diz Eduardo Costa

24/05/2020
Eduardo Costa. Reprodução/Internet
Eduardo Costa. Reprodução/Internet

Sertanejo confessou também que já falhou várias vezes na hora "H"

Eduardo Costa deu uma entrevista para a colunista Fábia Oliveira do jornal "O Dia" e foi bastante enfático. Disse não gostar de ser chamado de polêmico, que sua briga com o cantor Leonardo nunca existiu e ainda confessou estar mais calmo em relação a sua 'obsessão' por sexo.

Mineiro, Edson Vander - seu nome de batismo, falou sobre vários assuntos, mas nós destacamos alguns deles. Confira:


O Dia: Eduardo, quantas cirurgias plásticas você fez na vida e por que você não se importa em falar sobre elas?
Eduardo: Eu fiz uma cirurgia plástica na minha vida. Fiz uma lipoaspiração há 10 anos e foi a única cirurgia plástica que eu fiz na vida. Muitas pessoas me perguntam se eu já fiz plásticas. Não fiz mesmo. Eu sou louco para fazer uma no nariz porque eu não gosto do meu nariz e não faço porque eu morro de medo de perder o meu timbre de voz. O timbre de voz está totalmente ligado ao nariz e a forma de respiração. Morro de medo de perder o meu jeito de cantar e que as pessoas se identificam. Eu prefiro conviver com esse nariz que eu não gosto muito. Fiz a lipo porque eu quis fazer, não tinha necessidade, mas eu não me arrependo. Fiz limpezas de pele e apliquei botox no rosto para dar uma melhoradinha na pele. 

O Dia: Afinal, o que aconteceu de fato entre você e Leonardo?
Eduardo: Nunca aconteceu nada entre mim e o Léo. As pessoas acham que o fato de não estarmos o tempo inteiro juntos é porque existe alguma coisa e aí vão tirando as suas conclusões. Também eu não vou ficar dando explicações sobre as nossas vidas, sobre as hipóteses que levantam sobre nós. O Leonardo tem a vida dele, os shows, a família e a fazenda para cuidar e eu tenho a minha. Tenho meus cavalos, as minhas músicas e os meus negócios. Eu não vivo só de música. Eu e o Leonardo somos irmãos, somos família, somos sócios e temos uma relação de amor. Nós nunca tivemos uma discussão nem briga. Nunca discutimos por nada e os nossos encontros são risadas, brincadeiras, piadas, cachaças e violas. Eu e Leonardo nos amamos e nos respeitamos. Ele é meu ídolo e sempre será. Eu sou apaixonado pelo Leonardo. 

O Dia: Já falhou alguma vez? Como foi? O que fez?
Eduardo: Vixe Maria. Já falhei muitas vezes, mas não por falta de tesão. Às vezes por algo que aconteceu ali na hora. Eu acho que isso pode acontecer com qualquer homem. Se eu tivesse broxado por falta de tesão, eu teria ficado muito chateado, mas nunca falhei por isso. Falhei uma vez por câimbras nas pernas. Na hora do 'vamos ver'... deu câimbra. Outra vez o telefone tocou e apareceu o nome de outra mulher na tela e deu aquela broxada (risos)... Graças a Deus, consegui me recuperar. Não pode ficar com isso na cabeça porque pode virar psicológico.