EXCLUSIVO: Ministério Público aceita denúncia de Antônia Fontenelle contra livro de Felipe Neto

13/08/2020
Reprodução/Internet
Reprodução/Internet

O Ministério Público Federal e a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, entenderam que há uma suposta prática de crime em uma página do livro de Felipe Neto e vão averiguar

Antonia Fontenelle pediu ao Ministério Público do RJ que o órgão retire de circulação o livro "Felipe Neto: A trajetória de um dos maiores youtubers do Brasil" por considerar que a obra tem conteúdo impróprio para o público infanto-juvenil. Os advogados da atriz e empresária alegam que na página 25 do exemplar há uma brincadeira chamada Casa, Mata ou Trepa, onde o artista sugere a escolha de uma celebridade, entre elas o ator pornô Kid Bengala, justificando a última ação da brincadeira.

A Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, através do pedido de providência solicitado por Antônia Fontenelle, determinou a remessa do procedimento a Comissão da Infância e Juventude do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para apurar possível delito. 

O Ministério Público Federal - Procuradoria da República do Distrito Federal, ao analisar as informações prestadas por Antônia sobre o livro, especialmente o texto da página 25, o procurador da República Felipe Fritz Braga entendeu a possível pratica de crime e determinou a remessa de todos os documentos para o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios para que uma investigação fosse enviada e providências fossem tomadas a respeito.