Mulher de Onyx é acusada de dar calote em amiga

13/01/2020

A comissária de voo Amanda Oliveira acionou a Justiça, para cobrar o pagamento de um empréstimo no valor de 10 mil reais feito em março de 2016, à Denise Lorenzoni para que esta pudesse comprar uma bicicleta de triatlo, esporte praticado pela esposa do ministro Onyx Lorenzoni, segundo informou o colunista Leo Dias, do Jornal de Brasília.

O valor emprestado foi parte de uma herança recebida por Amanda após a morte da mãe, em janeiro daquele ano. "Na época, eu tinha essa grana que herdei da minha mãe e emprestei de boa fé", disse a comissária, que é viúva e mãe de duas crianças. 

Segundo Amanda, a ex-amiga a enrolou bastante para começar a pagar a dívida, mas, após muita insistência da comissária, Denise começou a depositar parcelas no valor de 500 reais, mas, pouco depois, suspendeu os pagamentos. Gente!!!!

As tentativas para reaver o dinheiro foram inúmeras nesses quase quatro anos de dívida, segundo Amanda. "Para pagar é uma enrolação. Ela não tem dia para pagar, não tem hora para depositar. É quando ela quer e quando ela pode. Eu tentei de todas as formas. Cobrei ao ex-marido dela e ele tentou me ajudar. Uma amiga da igreja cobrou para mim e foi a que melhor teve êxito. Cobrei até ao marido atual também, via assessor de imprensa, mas ele não me deu nenhum retorno", conta Amanda, que, cansada, decidiu resolver a questão judicialmente. 

Baphooooo!!!

Amanda (à esquerda) posa com o casal Onyx e Denise na cerimônia de casamento. Foto: Reprodução/Internet
Amanda (à esquerda) posa com o casal Onyx e Denise na cerimônia de casamento. Foto: Reprodução/Internet