Nevoeiro pode ter causado acidente com helicóptero que matou Kobe Bryant

O acidente de helicóptero que causou a morte do astro do basquete Kobe Bryant, sua filha Gianna e outras sete pessoas, neste domingo, na Califórnia, ainda está na fase inicial de investigações. Mas informações preliminares divulgadas pela imprensa norte-americana garantem que as condições climáticas eram tão ruins que a polícia não operou com aeronaves pela manhã no condado de Los Angeles.

O FBI está no comando das investigações, que ainda conta com a Agência Federal de Aviação dos EUA e o Conselho Nacional de Segurança no Transporte (NTSB, na sigla em inglês), que nunca registrou um acidente envolvendo um modelo Sikorsky S-76B, igual ao que Kobe estava. Ainda não se sabe se existia uma caixa-preta na aeronave.

"As condições climáticas não estavam de acordo com os nossos padrões mínimos de voo", afirmou Rubenstein, porta-voz da divisão de auxílio ao tráfico aéreo do Departamento de Polícia de Los Angeles. A nebulosidade era "tão forte que nós não estávamos realizando voos."

#triste

Reprodução/Internet
Reprodução/Internet