Pocah chora ao falar de racismo sofrido pela filha

30/05/2021
Pocah no 'Altas Horas'. Foto: Reprodução Internet
Pocah no 'Altas Horas'. Foto: Reprodução Internet

No 'Altas Horas', artista disse que sempre achou necessário usar a voz e a visibilidade para lutar contra o racismo. 'Agora tenho um motivo muito maior que pretendo seguir', afirmou

Por Fernanda Alves 09:30


No "Altas Horas" de ontem (29), Pocah foi às lágrimas ao ver uma convidada comentar sua transição capilar. Serginho Groisman questionou o motivo e a funkeira chorou ao falar dos ataques racistas sofridos pela filha Vitória, de apenas 5 anos. "A Vitória tem cabelos lindos, acho minha filha perfeita e não é porque é minha filha, não. Linda e maravilhosa. Uma das piores coisas que encontrei aqui fora foi saber que a minha filha foi vítima de racismo", disse a ex-BBB, novamente chorando.

Pocah contou que está fazendo o máximo para que Toyah, como é chamada pela família, não fique sabendo dos ataques. 

"Nenhuma mãe está pronta para ver um filho passar por isso. Ninguém está pronto para viver isso. Ninguém está pronto para ser machucado, para sofrer preconceito, racismo". 

"É um crime e todas essas pessoas que fizeram isso com uma criança de 5 anos devem pagar por isso, pelo dano que estão causando na minha família", acrescentou. 

A cantora afirmou estar buscando forças para lutar contra o que aconteceu. "Foram palavras muito cruéis, pesadas. Não sei como essas pessoas conseguem dormir. (...) Estou disposta a lutar contra, sempre fiz parte e achei necessário usar a minha voz, visibilidade para lutar contra o racismo. Agora tenho um motivo muito maior que pretendo seguir", declarou.