Rachel Sheherazade processa SBT e pede R$ 30 milhões em ação trabalhista

17/04/2021
Rachel Sheherazade. Reprodução
Rachel Sheherazade. Reprodução

Raquel era Pessoa Jurídica, mas busca os plantões feitos e horas extras em cima de 11 anos de casa

Por Fernanda Alves 13:05


Demitida através de um e-mail em 2020, a apresentadora Rachel Sheherazade pede R$ 30 milhões de indenização do SBT. A jornalista entrou com uma ação trabalhista na 3ª Vara do Trabalho de Osasco, em São Paulo, há um mês. As informações são do jornal Extra.

No processo que move contra a emissora, Rachel alega que apesar de ser contratada como pessoa jurídica, tinha obrigações como qualquer funcionário de carteira assinada, como plantões, horas extras, jornadas maiores nos 11 anos que ficou na empresa de Silvio Santos, na qual era âncora do "SBT Brasil".

Para exercer suas funções, Rachel recebia um salário de R$ 200 mil, acrescido de auxílio-moradia de R$ 30 mil, mensalmente. Rachel quer comprovar o vínculo empregatício e requer o pagamento de direitos trabalhistas. 

Rachel teria irritado o dono do Baú ao fazer críticas ao presidente Jair Bolsonaro, de quem, como se sabe, o ex-patrão é muito próximo.

Quero só ver se perde uma ação milionária dessas... haja parcelas do processo!!! rs