EXCLUSIVO: Rede Globo entra na justiça para redução do valor de aluguel

23/03/2021
Logo Rede Globo. Imagem: Reprodução
Logo Rede Globo. Imagem: Reprodução

Para a Globo, as salas comerciais que ficam no mesmo andar que a deles, tem valores mais baixos que o firmado em contrato; juíza deferiu o pedido

Por Fernanda Alves 08:14


Não tá fácil pra ninguém, Brasil! A rede Globo entrou com uma ação contra a empresa AGENCO ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES, para reduzir o valor do aluguel relativo à duas salas comerciais, situadas na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca - RJ.

Argumenta a Globo que o valor do aluguel das salas, firmado no início do contrato em 2015, foi de R$ 40.000,00 e com os reajustes anuais é de R$ 46.114, 36, valor superior à média de aluguel praticada nas outras salas comerciais localizadas no 2º andar do edifício, mesmo andar que as salas deles.

A Globo pretende a renovação do aluguel no valor de $ 29.260,00 e requer seja fixado o valor do aluguel provisório em R$ 36.891,50 equivalente a 80% do aluguel vigente. 

A juíza titular do caso, Eunice Bitencourt Haddad, deferiu o pedido baseado em: "a fixação do aluguel deve ser feita com base nos elementos fornecidos nos autos. Considerando os documentos acostados aos autos pelo autor, FIXO o aluguel provisório em R$ 36.891,50 o equivalente a 80% do valor do aluguel vigente. Eventual diferença entre o aluguel provisório e o definitivo poderá ser acertada em favor do locador ou locatário, posteriormente".